Home / Coluna  / Coluna do Newton Lima – A casa colorida

Coluna do Newton Lima – A casa colorida

Nossa forma de morar se desenvolveu muito ao longo dos tempos, e cada vez mais precisa ser incrivelmente versátil ao ponto de atender-nos como um restaurante, jardim da infância, hotel, escritório, biblioteca e refúgio de

Nossa forma de morar se desenvolveu muito ao longo dos tempos, e cada vez mais precisa ser incrivelmente versátil ao ponto de atender-nos como um restaurante, jardim da infância, hotel, escritório, biblioteca e refúgio de um mundo interconectado. O lugar onde vivemos deve ser apreciado, oferecer proteção, descanso, paz e inspiração a todos os que passarem por ali. A cor pode alterar radicalmente qualquer espaço dentro de uma casa. As possibilidades disponíveis nas tintas modernas são ilimitadas, podendo transformar qualquer ambiente pelo uso inteligente das tonalidades. Cores pálidas e brancos podem renovar um ambiente resgatando uma atmosfera iluminada e espaçosa. No entanto, não é muito prático modificar as cores de uma casa com tanta frequência.

Mundo afora, as diferentes culturas atribuem significados para determinadas cores. A cor pode ser tanto passional e sensual quanto calmante e de meditação, e elas nos impressionam como um luxo moderno. Imagine que, há apenas cem anos, a cor estava reservada às classes mais favorecidas: não havia televisão em cores, revistas coloridas e existiam poucos tecidos tingidos.

Para a grande maioria, o mundo se resumia a muitos tons de cinza e somente a partir da década de 50 a indústria química tornou possível a produção de cores variadas para tintura e pintura.

Como escolher a cor? 

A pintura é uma maneira simples e econômica de revitalizar completamente qualquer área da casa. Nunca houve tanta variedade de cores em tintas, estampas, móveis e tecidos. Mas com tantas opções, por onde devemos começar? Muitos fatores devem ser ponderados antes de começar um trabalho de interferência de cor num espaço. Algumas perguntas podem auxiliar nesse processo:

– Qual é a finalidade desse ambiente?

– Quem usa mais esse local?

– Em quais horários do dia será mais utilizado?

– Quanta luz natural esse espaço recebe?

– Quais são as características arquitetônicas presentes?

– Que móveis estão ou estarão nesse local?

– Que cores já estão presentes nos arredores e que serão mantidas?

– Que sensações você quer que o ambiente transmita?

Dicas – as sensações intensificadas pelas cores

Somos emotivos e o mundo moderno estimula cada vez mais emoções dentro de nós. Muitas vezes não temos conhecimento dos efeitos que o mundo visual tem sobre nossos sentidos e sensações. Vejam isso:

– Rosa – divertido, positivo e feminino

– Vermelho – passional, ousado e íntimo

– Alaranjado – criativo, aconchegante e quente

– Amarelo – vivaz, acolhedor e enérgico

– Verde – tranquilizante, revigorante e harmonioso

– Azul – calmo, tranquilo e sereno

– Violeta – espiritual, refrescante e estimulante

Portanto, antes de decorar, considere como você quer se sentir no ambiente.

– Faça testes com diferentes tonalidades na parede e observe como as cores mudam do dia para a noite.

– Grandes marcas de tintas disponibilizam pequenas amostras para testes – é um investimento mínimo que poderá impactar enormemente sua rotina futura.

Gostaram das dicas? Então, mãos à obra! 

Nos vemos por aqui!

Newton Lima

Todas as imagens da matéria são de projetos elaborados por Newton! Um arraso.

Newton Lima é designer de interiores e cenógrafo com forte presença nas redes sociais.

Assina a coluna “Use bem o que se tem” para a Casa Vogue e percorre o Brasil com a palestra “A vida se completa com histórias” pela Tintas Suvinil.

De quebra, apresenta o programa Cultura e Design na TV Cultura.

patriciazmelo@gmail.com

NO COMMENTS

POST A COMMENT