Search

Áreas externas de Bossa Tidelli na CASA COR RIO 2022

A Tidelli, marca – que se tornou “must have” quando o assunto é mobiliário para áreas externas, leva toda a sua bossa para uma das principais mostras de arquitetura e decoração do Brasil, a Casa Cor Rio de Janeiro 2022, que acontece até o dia 26 de junho, no Instituto Brando Barbosa, localizado no tradicional bairro Jardim Botânico.

Varanda Chafariz

Assinada pela paisagista Anna Luiza Rothier, a “Varanda do Chafariz” faz um contraponto a arquitetura majestosa da casa que sedia a mostra. Tendo a exuberância da natureza como protagonista, traz leveza a área externa. A céu aberto e cercado por grandes árvores, o espaço de 40m² ganhou rico projeto paisagístico. A vegetação tropical, com plantas variadas, cerca viva e jardim vertical feito todo com jiboias promovem uma explosão de verde, entrando em total sintonia com o life style carioca.

Para ambientar, a paisagista apostou em um décor que segue paleta de cor em que o branco predomina, associado à madeira natural e detalhes em preto. Entre as escolhas de Anna Luiza Rothier estão grandes ombrelones Ibiza, que atuam com dupla funcionalidade: proteger do sol e das chuvas.

Varanda do estar íntimo Tempo da Alma

Para as boas conversas ao ar livre, confortáveis sofás Oslo e almofadas variadas criam contraste com o todo e ganham mesas de laterais Octa e de centro Smart. A ampla mesa de jantar Pirâmide, com tampo em madeira e base em alumínio preto, recebeu bancos Fusion e, nas cabeceiras, cadeiras Boss. O espaço recebeu, ainda, espelhos com cordão em corda náutica DNA e as recém-lançadas poltronas Tulum, da Coleção Latina.

Pensado a partir do hiato temporal que a humanidade viveu nos últimos dois anos, o estar íntimo “Tempo da Alma” propõe uma pausa momentânea para relaxar, renovar a alma e recarregar as energias no retorno ao tempo cronológico fugaz e veloz, anterior à pandemia.Assinado pelo escritório Bezamat Arquitetura, o espaço de 48m² é composto por uma área coberta integrada ao jardim. A arquiteta Cristina Bezamat destaca que o conceito do projeto reflete a filosofia sueca Lagom, que significa “nem demasiado, nem muito pouco”, e o estilo dinamarquês Hygge, cuja tradução não literal se aproxima de bem-estar, acolhimento e conforto.

Casa Migrante

Fazendo sua estreia na Casa Cor Rio 2022, o arquiteto João Panaggio assina a “Casa Migrante”, uma casa de hóspedes com 100m² projetada do zero nos jardins da mostra, totalmente integrada à natureza e inspirada no nomadismo. Após fazer o percurso do paisagismo externo em torno de um espelho d’água em forma de raia, o visitante é convidado a entrar em uma grande “caixa”, repleta de vãos e painéis de vidro que deixam a farta vegetação ao alcance dos olhos, em qualquer canto da casa.

Internamente, projetou, no mesmo plano, a sala, a cozinha e o quarto de dormir – este último, delimitado por uma divisória em semicírculo de madeira “trançada”, do piso ao teto, alinhada com uma imensa claraboia, sob a qual repousa uma cama de casal. No banheiro, uma parede de vidro transparente separa o jardim externo da área molhada onde ficam a banheira de imersão e dois chuveiros fixados no teto.

O projeto também é rico em materiais naturais, como cambraia de linho, madeira e pedras, e a decoração, de estilo minimalista, aposta em uma paleta de tons neutros, com móveis de design da Tidelli no jardim da entrada. Novamente o sofá Pucon marca presença na mostra. Desta vez, em uma composição que traz o encosto todo feito com o tecnológico tecido da marca, o Ropetex.

As poltronas Veracruz, do designer Sami Hayek, se destacam entre a vegetação fazendo um convite ao relaxamento, ao silenciar da alma.A rede Marina chama para contemplação da natureza em um doce descanso. Lanternas, cestos e bowls completam a decoração externa.

Criada para ser uma residência de fim de semana, a “Casa Migrante” poderá ser desmontada ao final do evento e “experimentada” em novos lugares. Seu método construtivo rápido e transportável permite que atenda diferentes demandas de moradias, seja na serra, praia, floresta ou, até mesmo, no cenário urbano, sobre um edifício já construído. A criatividade será a palavra de ordem!

Foto: Denilson Machado – MCA Estúdio.

Write a response

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Close
Close