Search

Por que é bacana sabermos a paleta de cores que melhor combina com o seu tom de pele?

A jornalista Elaine Leme, da Black Card Digital, conversou com a consultora de estilo Ludmila Salomé para saber tudo sobre o assunto e porquê você deveria fazer a sua análise de coloração.


Análise de coloração pessoal: o que é e pra que serve?
A Coloração Pessoal é um método de análise que identifica, por meio de comparação, o equilíbrio que nossa retina faz com o nosso subtom de pele, que pode ser um subtom de pele frio ou quente, com as cores e tons distintos que estão próximo ao nosso rosto. Quando estamos em tons que valorizam nossa beleza natural, traz aspecto mais saudável ao rosto, mais corado, uniformizando o tom da pele e o viço, suavizando as linhas de expressão e olheiras, além de evidenciar o contorno facial iluminando as projeções ósseas e criando sombras que valorizam áreas de contorno.

A Coloração Pessoal é um recurso que nos deixa mais belas sem muito esforço, fazendo um “lifting” natural. Na Coloração Pessoal dividimos as características das peles em tons de cores que se relacionam com as 4 estações do ano (Primavera, Verão, Outono e Inverno), não baseado na temperatura presente nessas estações, mas os tons de cores que encontramos nessa época do ano.


As pessoas que possuem a cartela de Primavera têm sua beleza valorizada em tons de cores quentes, claras e luminosas; a cartela de Outono em tons quentes, escuros e opacos; a cartela de Verão são com tons frios, claros e opacos; enquanto as pessoas da cartela de Inverno tem sua beleza realçada em tons frios, escuros e luminosos.


O que muda com análise de coloração pessoal?

Primeiro que quando a gente descobre as cores da nossa cartela já conseguimos identificar que peças que tínhamos no nosso guarda-roupa e que pouco usávamos é porque, na sua maioria, não estavam na nossa cartela e por isso, mesmo sendo peças bonitas, quando vestidas, não comunicavam nossa essência ou não nos deixavam bonita e acabavam ficando de lado. Ou seja, saber sua paleta de cores, além de mexer com nossa autoestima, também é economia para investir em peças que realçam nossa beleza e que se coordenam facilmente entre si. Mas a Coloração Pessoal não abrange apenas roupas, mas a todas as cores próximas ao nosso rosto, como o tom do nosso cabelo, nossa maquiagem e acessórios.


Você acha que as cores podem influenciar emocionalmente uma pessoa?
A cor, além de ser um fenômeno físico, por emitir um comprimento de ondas de luz de algum objetivo que é recebido pela nossa retina, também tem fator psicológico por ser decodificado de forma inconsciente e instintiva pelo sistema límbico, que é a camada mais emotiva do nosso cérebro no qual interpreta os estímulos visuais na sua forma mais primitiva entre prazer e medo. Cor é emoção, sensação e sentimento. Dessa forma cada frequência de cor emite uma mensagem distinta ao cérebro, como por exemplo: o amarelo – energia, otimismo e prosperidade; vermelho – sensualidade, desejo e agitação; azul – confiança, calma e honestidade; laranja – extroversão, criatividade e ansiedade; verde – naturalidade, esperança e frescor; roxo – espiritualidade, misticismo e imaginação.
Além da cor, o tom também influencia bastante na mensagem, sendo que tons quentes transmitem mais energia e vivacidade, enquanto os tons frios mais distanciamento; os tons opacos transmitem força quando escuros e suavidade quando claros.

Saber a mensagem das cores nos ajuda a trazer a energia da frequência que queremos para o nosso dia, pois em dias que estamos com a baixa autoestima, um toque de laranja pode trazer aquela alegria que faltava para o nosso dia, mas além disso, saber a mensagem que estamos transmitindo ao outro pode ser uma ótima ferramenta de comunicação para atingir nossos objetivos pessoais e profissionais.

Você percebe o quanto é importante entender qual é a nossa cartela de cores? Se quiser saber mais da consultoria de estilo então espia lá no instagram da Ludmila Salomé https://www.instagram.com/luddysalome/

Write a response

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Close
Close