Search

Um grito de alerta para a devastação do meio ambiente

Por Elaine Leme

Num momento que o meio ambiente cada vez mais devastado, nada como visitar uma das mais importantes exposições de todos os tempos: TURI. A exposição, idealizado e curadoria da ARFOCSP , sobre queimadas é composta por 79 imagens e 3 vídeos-reportagem que mostram focos de incêndios florestais no país. TURI é palavra de origem indígena que significa fogo, traz no nome a sabedoria ancestral desse elemento da natureza para o conceito da Mostra.

O público ainda poderá conhecer as imagens de outros fotojornalistas premiados da Associação como: Gabriela Biló (Troféu Mulher Imprensa, 2021), Ueslei Marcelino (Pulizer, 2019), Avener Prado (Prêmio Rei da Espanha, 2018 e Poy Latam, 2019) entre outros. Também fazem parte, profissionais dos maiores jornais do país, agências internacionais, ativistas, documentaristas e independentes. Considerando que dados recentes apontam que o fogo atingiu quase 20% do território brasileiro só nos últimos 36 anos, a Mostra pretende alertar sobre o aquecimento global e a necessidade de medidas urgentes.  

A Terra passa por variações climáticas naturais, e só nos últimos 400 mil anos passou por 4 ciclos distintos. Nas últimas décadas o aumento na temperatura média do planeta tem ocorrido cerca de 50 vezes mais rápido que o ciclo natural. Comprovando as evidências científicas, que o clima mudou desde o período pré-industrial e que as atividades humanas são a principal causa dessa mudança, a realização da exposição TURI é o alarme da crise de emergência climática em que nos encontramos. Como nunca é tarde para conscientizar a importância da preservação do meio ambiente, e da própria espécie humana. Vai lá conhecer e refletir sobre o nosso futuro: ODISSEIA CASA DE CULTURA Alameda Ministro Rocha Azevedo, 463 – Cerqueira César

Foto de destaque: Felipe Beltrame

Write a response

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close
Close