Search

Uma lenda no mercado de tecnologia brasileiro

Entrevista com a executiva Ione de Almeida Coco, Presidente da Associação MCIO Brasil

Por Elaine Leme

Formada em Física na USP, com Mestrado em projeto de Reatores Nucleares, sua carreira é um prato cheio para estimular o lado inventor. A executiva Ione de Almeida Coco logo mudou de área e foi desbravar o mundo da tecnologia. Ela começou em 1978, quando comandava a CPFL Energia chegando a posição mais alta na área de tecnologia: CIO(Chief Information Officer).

Decidi mudar para a área de tecnologia porque me daria muito mais empregabilidade do que em Nuclear que teria apenas uns três Institutos para trabalhar no Brasil”, diz Ione, o ambiente nuclear deu lugar à carreira de tecnologia. Mas uma coisa não mudou, a paixão por gerar valor para as pessoas que trabalham com ela.

Ainda jovem, começou um trabalho voluntario. “Já dei alfabetização de adultos, trabalhei 15 anos numa organização Internacional de Educação para a paz e, por ter muitos anos de trabalho em tecnologia, desenvolvi uma network de executivas considerável que me permitiu iniciar o atual trabalho.”

Perguntamos a executiva qual conselho daria para uma mulher que está considerando a carreira de tecnologia “Se você gosta de muita dinâmica, um dia diferente do outro, a tecnologia é para você.  Se você gosta de estudar continuamente, tecnologia é para você. Se você quer uma área onde há muito mais posições de trabalho abertas do que pessoas aptas a ocupá-las, tecnologia é para você”,

comenta Ione.

A participação feminina no mercado de tecnologia cresceu 60% em cinco anos. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o número passou de 27,9 mil mulheres para 44,5 mil em 2020, reforçando as milhares de oportunidades que elas podem encontrar no setor.

Para se dedicar inteiramente a sua paixão, onde lidera um time de mulheres de tecnologia, Ione atua como Presidente voluntária na Organização MCIO Brasil que tem por objetivo treinar e trazer mais mulheres para a área, assim como fazer mulheres crescerem e se destacarem no mercado.

Para ajudar a despertar sua melhor versão para o trabalho. “Como Tecnologia é uma área muito técnica, sempre tive hobbies que desenvolvessem o lado direito do cérebro, ou seja, criativos ligados a arte, pintura, bijuterias e nos dias atuais, faço vinho com um grupo de amigos”, conta.

Write a response

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close
Close