Search

Entrevista com Aline Bibiano

por Elaine Leme

Eu queria que a primeira entrevista para a Black Card Digital fosse linda, sensível e cheia de amor.  Nesta semana me deparei com um texto humanizado e acolhedor dessa mulher potente chamada Aline Bibiano. Há 5 anos, Aline assumiu a AB Comunicação junto com sua irmã a designer Amanda Bibiano. Quando eu pedi para ela contar um pouco sobre a Aline, mulher e empreendedora.

“Tenho 31 anos e trabalho com comunicação há 10 anos. Meu primeiro emprego na área foi na SECOM do TRT 2 com 21 anos, tive que fazer um concurso para conseguir esse estágio e passei em 1º lugar. De lá pra cá nunca mais abandonei a área de comunicação, nesse meio tempo as redes sociais cresceram muito no Brasil. Quando terminei a faculdade fui contratada por uma assessoria de imprensa, na época, em 2015, pautas raciais estavam começando a ganhar visibilidade com temas sobre aceitação capilar e ao mesmo tempo, o Instagram, Facebook e YouTube ganhavam milhares de inscritos a cada dia. 

Vendo isso acontecer falei com a minha chefe que seria legal se começássemos a trabalhar as redes sociais dos clientes, assim ela agregaria valor aos serviços prestados e amarraríamos o cliente ainda mais. Ela achou uma besteira e me disse que essa coisa de redes sociais ia morrer rápido. Trabalhei lá por quase dois anos, eu não conseguia desenvolver meu intelecto, minhas capacidades e habilidades, foi aí que decidi que aquilo não era pra mim. Saí com uma mão na frente e outra atrás. Um mês depois, por uma coincidência do destino, uma conhecida me chamou para ser modelo de uma marca de roupas afro que ela estava criando. A maquiadora das fotos precisava de uma assessoria de comunicação digital e foi aí que tudo começou. (a maquiadora em questão é hoje a famosa DaMata MakeUp).”

“Sempre trabalhei por propósito, meu objetivo era ter experiência. Sentia que precisava absorver muito conhecimento a todo momento para me preparar para algo maior. Sou aventureira, porém com os pés no chão, não tenho medo, mas sou cautelosa.”

No texto que mencionei no primeiro parágrafo, ela contou sobre o desafio do escritório de arquitetura ARQTAB (um dos seus clientes) de se manter nos dias de hoje. “Quando a ARQTAB nos contratou não tinham nenhum cliente, porém as sócias sabiam que precisavam de reconhecimento de marca para isso. Trabalho o perfil delas nas redes sociais e em 12 meses elas cresceram 200% passaram 0 clientes para 90 orçamentos e 30% destes fechados. A responsabilidade em cima do meu trabalho é enorme, eu garanto resultado. A ARQTAB é um dos nossos maiores cases de sucesso dentro da ABCo mesmo hoje elas passando por uma crise. E por mais que nós tentemos burlar o sistema, ele é racista. Mas não vai ser agora que vamos desistir, traçamos um novo plano para ARQTAB, que já começou no LinkedIN. Em uma semana elas fecharam quatro novos projetos.”

Com uma agenda bem dividida, pratica esportes e ama ler. Ela compreende que seu trabalho é todo intelectual, e para descansar a mente corre e faz musculação. “Dessa forma além de ter um corpo mais ágil consigo ter uma mente resiliente e equilibrada. Já a leitura me traz relaxamento e conhecimento, meu último livro foi O Olho Mais Azul de Toni Morrison e agora estou lendo “Organização sem medo” de Amy C. Edmondson.” Não é linda e inspiradora demais? https://www.abcomunicacao.com/

Foto: Divulgação

Write a response

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close
Close