Search

Morte e Vida Severina ganha remontagem no Tuca após 56 anos

Por Rafael Filipe Ferreira

A mais popular obra de João Cabral de Melo Neto retorna ao Teatro Tuca, local em que estreou, em 1965, a partir do próximo dia 16 de abril. A nova
montagem recebe a direção de Elias Andreato e reúne, no palco, 13 jovens talentos de várias cidades do Brasil, principalmente do Nordeste, e cinco músicos, que darão tom às composições de Chico Buarque, sob a direção musical de Marco França. A peça faz um relato sobre a vida e trajetória árida do povo do sertão nordestino, ainda desconhecidas pela maioria. Em sua viagem rumo a uma vida melhor, Severino, representado por Dudu Galvão, ator natural do Rio Grande do Norte, se depara com situações de morte, desespero, miséria e fome. Ao chegar à capital pernambucana se desilude, pois a realidade que encontra ali não é muito diferente da do sertão. Pensa em suicídio, mas o nascimento de uma criança faz renascer sua esperança, apesar das dificuldades. Assim, a saga nordestina se desenha, revelando a alma de um povo que caminha forte em sua fé.

Serviço:

Morte e Vida Severina
Tuca – Rua Monte Alegre 1024, Perdizes, São Paulo
Sexta e sábado: 21h
Domingo: 19h

Foto: Divulgação

Write a response

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close
Close