Search

Nicolás Catena Zapata lança vinho em homenagem aos 200 anos da Independência do Brasil

Nicolás Catena Zapata tem uma relação afetiva muito próxima com o Brasil. Para celebrar os 200 anos da declaração de Independência do Brasil, completados esse ano, o maior nome do vinho argentino acaba de criar o DV Catena Tinto Histórico Edição Bicentenário 2019. Lançado em edição limitada, o vinho colecionável traz em seu rótulo a inscrição “Homenaje a mi país hermano”, com a assinatura de Nicolás.

Desenvolvido especialmente marcar a data comemorativa do Brasil, esse é o primeiro vinho da bem-sucedida linha DV Catena (criada por Nicolás em homenagem a seu pai, Domingo Vicente) que é produzido a partir de um corte de três uvas: Malbec (75%), Bonarda (19%) e Petit Verdot (6%). As cepas foram selecionadas por Alejandro Vigil, enólogo-chefe das Bodegas Catena Zapata, em quatro diferentes vinhedos, com características distintas de altitude e solo.

Lunlunta está a 920m de altitude, tem solo de origem aluvial com argila nas camadas superiores e pedregulhos nas mais profundas. Gualtallary, a 1.450m, tem parcela de solos com calcário e pedregulhos, além de pedras de rio nas partes mais profundas.

Eugenio Bustos está localizado a 1.090m e apresenta solos arenosos, com camadas de húmus de calcário e pedras de rio na base. Já El Mirador, a 750m de altitude, tem solos aluviais de origem sedimentar, com húmus e matéria arenosa.

Write a response

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close
Close